Search

Smartmatic

Smartmatic oferece solução confiável de coleta e transmissão de dados na Argentina

Argentina, Buenos Aires - 10 Janeiro, 2019 - Depois de um complexo processo de licitação envolvendo cinco empresas do setor, o Correio Argentino escolheu a Smartmatic para fornecer o software de coleta e transmissão de dados que será usado durante os eventos eleitorais de 2019. Isso inclui as eleições PASO (Primárias Abertas Simultâneas e Obrigatórias) e as eleições gerais, com possibilidade de segundo turno.

O software oferecido pela Smartmatic permitirá que os operadores autorizados digitalizem as atas de contagem de votos que serão transmitidas diretamente de 15 mil centros de votação. Isso ajudará a tornar o processo ágil e eficiente, já que não será necessário transportar as atas físicas (telegramas) até as agências do correio na noite da eleição, como costumava ocorrer nos processos anteriores. 

O software lerá o código de barras de cada ata e receberá automaticamente informações como: número de página da folha, número de páginas que a ata deve conter, identificação da mesa eleitoral, entre outros. Isso reduzirá consideravelmente a quantidade de dados que o operador precisa lançar manualmente.

Uma interface gráfica simples com instruções integradas guiará os mesários em suas tarefas. A solução terá um impacto positivo no desempenho, uma vez que simplificará o processamento dos resultados provisórios. 

A Smartmatic já participou das eleições argentinas. Em 2017, a Câmara Nacional Eleitoral da Argentina escolheu a Smartmatic para validar a identidade dos eleitores em seis províncias do norte do país (Chaco, Corrientes, Jujuy, Formosa, Misiones e Salta) e em 14 municípios da Grande Buenos Aires. 

Anteriormente, em 2015, a empresa contribuiu para o processamento e a verificação dos certificados de contagem de votos que foram usados para a geração e a publicação de resultados provisórios nas etapas das eleições gerais de Córdoba.

Este ano, a Argentina está se preparando para uma rodada de eleições em que os cidadãos poderão eleger um novo presidente e vice-presidente para o período de 2019 a 2023. Também serão eleitos 130 deputados, 24 senadores e 43 parlamentares do Mercosul.