Pesquisa independente mostra que os eleitores nas primárias de Los Angeles confiam e aprovam a tecnologia eleitoral

Santa Monica, Califórnia – 13 Março, 2020 – Os eleitores se pronunciaram e aprovaram em peso os novos aparelhos de marcação de votos (BMDs) usados no condado de Los Angeles durante as eleições primárias de 3 de março. A Universidade Loyola Marymount conduziu sua pesquisa de boca de urna de Los Angeles2020 por todo o condado e constatou que a maioria dos eleitores confiava na eleição e achava que a tecnologia facilitava a votação.

 “Neste ano, o condado de Los Angeles implementou uma nova tecnologia de votação. Em comparação com a votação nas eleições anteriores, a tecnologia fez com que a votação nesta primária fosse:”

  • Muito mais fácil: 57,5%
  • Um pouco mais fácil: 17,6%
  • Igual: 13.2%
  • Um pouco mais difícil: 7,4%
  • Muito mais difícil: 4.3%

A grande maioria dos eleitores (mais de 88%) também afirmou que confiava no novo sistema de votação.

“Quanto você confia que seu voto será contado da maneira prevista?”

  • Confio muito: 51,7%
  • Confio um pouco: 35,0%
  • Desconfio um pouco: 9,3%
  • Desconfio muito: 4,0%

Os entrevistados também concordaram em peso que tiveram boas experiências de votação: mais de 85% escolheram “excelente” ou “boa” quando perguntados sobre sua experiência geral.

A primária presidencial da Califórnia foi o primeiro grande teste do sistema Soluções de Votação para Todas as Pessoas (VSAP) do Condado de Los Angeles, na qual mais de 860 mil eleitores votaram presencialmente. Foram usados aproximadamente 22 mil BMDs em 979 zonas eleitorais em todo o condado. A Smartmatic projetou e fabricou o hardware do BMD, desenvolveu o software de backend para gerenciar os dispositivos e prestou serviços de integração de sistemas.

“A maior e mais complexa jurisdição eleitoral dos EUA conseguiu realizar uma das maiores reformas do sistema de votação da história dos EUA", afirmou Antonio Mugica, CEO da Smartmatic. “Os eleitores opinaram. Eles aprovaram esmagadoramente essa tecnologia inovadora e segura, e esse sistema de votação inclusivo”.

A pesquisa da Loyola Marymount foi realizada com 3.596 entrevistados, sendo a maior pesquisa de boca de urna, per capita, dos EUA. Veja aqui a pesquisa completa.