Albânia continua a modernizar suas eleições

Estados Unidos - 9 de março de 2022 - A Albânia conquistou um novo marco no processo de modernização de suas eleições quando seis municípios implementaram uma solução de autenticação biométrica de eleitores, além de máquinas de votação eletrônica, durante as eleições de 6 de março.

Trabalhando em conjunto com a parceira de tecnologia Smartmatic, as autoridades implementaram uma solução completa que incluiu mil dispositivos VIU-818 em cerca de 950 locais de votação. Além de verificar a identidade dos eleitores, essas poderosas unidades ajudam os colaboradores da mesa de votação a administrar o processo e permitem às autoridades monitorar a logística e operação da eleição.

Ao comentar a respeito da tecnologia implementada pela Albânia, o CEO da Smartmatic, Antonio Mugica, disse, “Temos orgulho de fazer parte desse esforço em aumentar os níveis de integridade na administração de eleições. Com a implementação de uma tecnologia de ponta e segura, a Albânia está se tornando uma referência local e no exterior.”

A votação eletrônica também foi testada durante a eleição. Um grupo seleto de mesas de voto foi equipado com 68 máquinas de votação eletrônica. Líder global em tecnologia de eleições seguras, a Smartmatic contou mais de 5 bilhões de votos sem qualquer violação de segurança. Suas máquinas de votação emanciparam eleitores da Europa, Ásia, África e Américas.

A fim de garantir uma execução tranquila tanto da autenticação biométrica quanto da votação eletrônica, a Smartmatic ofereceu treinamento e suporte local de alto nível. A empresa supervisionou o processo de preparação e implementou melhorias de software para ambas as soluções.

Com o plano de fazer parte da União Europeia, a Albânia vem se esforçando para aumentar a integridade de suas eleições. Em 2020, as autoridades concluíram a reforma no marco legal a fim de permitir a verificação biométrica dos eleitores. Em 2021, a comissão eleitoral introduziu cerca de 5 mil unidades biométricas de autenticação de eleitores. Azay Guliyev, coordenador especial da Missão de Observação de Eleições da OCSE/ODIHR na Albânia, disse que o sistema de autenticação reduziu o risco de voto familiar.

“Esta segunda eleição demonstra o compromisso da Albânia em aumentar a integridade das eleições por meio da implementação de uma tecnologia avançada para eleições,” disse Mugica. “Estamos prontos para continuar provendo assistência às autoridades e ao ecossistema mais amplo de eleições da Albânia, a fim de garantir aos eleitores os mais altos níveis de transparência e eficiência.”