Search

Smartmatic

Auditoria evidencia zero inconsistência

Auditoria evidencia zero inconsistência



Caracas, 09 de agosto de 2004.‐ A análise da auditoria realizada às máquinas de votação, pelos especialistas do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), a Coordenadora Democrática, o Comando Maisanta e a Organização de Estados Americanos, deu como resultado 100% exatos, garantindo mais uma vez zero inconsistências numéricas no sistema automatizado delineado pela Smartmatic.

Aquela jornada de auditoria iniciou no domingo, pouco depois das 09h00minh e acabou após às 18h00minh no armazém de Filas de Mariches, onde são resguardadas as máquinas SAES3000. Nesse evento assistiram os reitores do CNE Ezequiel Zamora e Jorge Rodríguez; também o chefe da missão de Observação da Organização de Estados Americanos (OEA), Volter Pecly Moreira.

Para essa auditoria foi selecionado de forma randômica um grupo de 150 máquinas SAES3000. Operadores e técnicos do Comando Maisanta e a Coordenadora Democrática colocaram votos em cada uma das máquinas, segundo um plano já preestabelecido. Os comprovantes impressos do voto que emitiam essas unidades foram colocados em envelopes para serem depois confrontados com a ata de apuração que permanece no equipamento.

Após o encerramento do exercício de votação, a informação começou a transmitir‐se através da conexão telefônica fixa ou celular para a rede particular do centro de totalização do CNE. A auditoria foi considerada bem‐sucedida porque a informação transmitida para o centro de totalização coincidiu totalmente com a ata de apuração armazenada na máquina e com a somatória dos comprovantes físicos de votos colocados nos envelopes.

Tanto Jorge Rodríguez, reitor principal do CNE, quanto o chefe da missão de observação da Organização de Estados Americanos (OEA), Valter Pecly Moreira, estiveram satisfeitos com os resultados da auditoria às máquinas de automatização da empresa Smartmatic.

Rodríguez assegurou que não houve inconsistências numéricas nas atas impressas pelas máquinas de votação comparadas com os comprovantes selecionados nas 150 máquinas testadas.

Como parte da auditoria e perante os técnicos do comando Maisanta e a Coordenadora Democrática, as maquinas foram desligadas e as memórias removíveis foram trocadas durante a transmissão. O processo não foi afetado por esses testes e os representantes de ambos os setores tiveram a total liberdade para validar os resultados.


**
Sobre a Smartmatic

A Smartmatic é uma empresa multinacional especializada no design e aplicação, desde o começo até o fim, de soluções tecnológicas de elevada complexidade voltadas para aplicações específicas. Possui a melhor tecnologia de ponta, além de inovação continua e qualidade em processos e resultados comprovados. A Smartmatic está organizada em três áreas de negócios fundamentais, nomeadamente, sistemas automatizados de votação, sistemas inteligentes e integrados de segurança para zonas geográficas muito grandes e soluções completas para o cadastro e autenticação de pessoas.

A Smartmatic é uma companhia de capital privado que tem acima de 200 funcionários espalhados nos escritórios dos Estados Unidos, de Barbados, do México, da Venezuela, da Espanha, das Filipinas e de Taiwan. Na atualidade, é amplamente reconhecida sob o ponto de vista tecnológico em nível mundial pela sua capacidade de inovação e pelo seu extenso porta‐folio de produtos.

Contato:

Mais informações sobre esta nota de imprensa, escrevendo para comunicaciones@smartmatic.com